Google+ Followers

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

TRIPÉ DA LIDERANÇA SAUDÁVEL












Enoque Caló




  "Dá ordens a Josué, e anima-o, e fortalece-o; porque ele passará adiante deste povo e o fará possuir a terra que tu apenas verás".


Deuteronômio 3.28





Esta foi a recomendação dada à Moisés no momento final de Sua Missão.


Fico admirado com este case pois Moisés havia assumido um compromisso, mesmo que a priori tenha pedido para que a missão fosse dada à outro, Deus o fez perceber que o Ministério limitado dado à Ele foi de propósito, talvez para o manter humilde. Arão, seu irmão, com habilidade na retórica, foi preparado para lhe completar na Missão.


Agora no fim da sua missão ele recebe instruções que deveria passar ao seu sucessor.

Esta talvez é uma das fases mais difícil numa transição de Liderança, como passar o bastão e não deixar escapar as instruções e nem tão pouco se sentir triste por ter chegado ao fim ou sentir um orgulho a ponto de dizer: Você que está assumindo que se vira nos trinta, quero ver se você sabe o suficiente como eu para segurar este projeto.

Quero ressaltar as recomendações e chamo-as do "Tripé da Liderança Saudável".


Primeiro: DAR ORDEM


Passe as instruções; oriente; detalhe a missão; cada etapa; cada situação importante para que o sucessor possa ter o máximo de informação possível para dar continuidade ao projeto.

Se consideramos a palavra ordem, poderemos nos prender aquela velha frase onde muitos dizem: "Manda quem pode e obedece quem tem juízo" quando na verdade não consigo vincular esta frase com qualquer proposta bíblica.

Ficar no campo da ordem é confortável para muitos líderes e alguns amarram sua performance de liderança nesta primeira instrução e tem dificuldade em prosseguir para as demais.

Só dar ordem é muito fácil e ainda cobraremos dos liderados a execução. Se usarmos somente esta ferramenta teremos uma série de dificuldades na gestão da Missão que foi colocada sobre nossas mãos.


Segundo: ENCORAJE - O


Perceba que a liderança completa também usa deste expediente para poder ter um bom resultado. No encorajar podemos atribuir as ferramentas, os instrumentos que serão necessários para levar adiante o Projeto.


Perceba que a falta de recursos pode ser um indicador de desencorajamento, desestímulo para continuar avançando.


Treine, prepare, invista recursos para que seus liderados ou sucessor possa se sentir encorajado para continuar na gestão do Projeto.


Terceiro: ANIME - O


Como somos seres motivacionais precisamos ativar nosso ânimo, o próprio Cristo em diversas instruções nos alerta: "Anima- te, tem bom ânimo!"


Você já tentou trabalhar desanimado ou com alguém neste estado?

No papel da Liderança saudável é necessário que estes três verbos estejam em sintonia para um resultado satisfatório.

Portanto, Líder e Gestor precisamos refletir como e, se estamos, usando o tripé da liderança saudável em nossos ministérios.


Aprenda com Moisés que mesmo sabendo que não completaria a missão em sua totalidade foi humilde o suficiente para preparar seu sucessor para dar continuidade ao Projeto através de ações inerentes à uma liderança saudável.



ADMEP



Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site http://www.institutojetro.com/

Fonte: http://eticaeliderancacrista.blogspot.com.br/2012/02/tripe-da-lideranca-saudavel.html#.VMcB4P7F_-I


Nenhum comentário:

Postar um comentário