Google+ Followers

sábado, 9 de janeiro de 2016

“SINAIS QUE ANTECIPAM A VOLTA DE CRISTO”

Lição 02
10 de janeiro de 2016
Comentarista: Elinaldo Renovato
Lição da CPAD



ADMEP – ASSEMBLEIA DE DEUS MINISTÉRIO ESTUDANDO A PALAVRA

Departamento de Educação Cristã
Escola Bíblica Dominical



SINAIS QUE ANTECIPAM A VOLTA DE CRISTO


Texto Áureo:

“E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas [...]
(Mateus 24. 3)


Verdade Prática:

Para que a Igreja não seja apanhada de surpresa, Jesus revelou alguns sinais que devem anteceder a sua Volta.



Leitura Bíblica em Classe

Mateus 24. 3 – 8, 11 – 14



Objetivo Geral: - Mostrar os sinais que antecedem a Volta de Jesus.


Objetivos Específicos: -

1.          Apresentar os sinais relacionados à vida da Igreja;
2.          Relacionar os sinais do céu da vinda de Cristo;
3.  Explicar que as guerras, conflitos e terremotos são sinais que acontecerão na Terra antes da Vinda de Cristo.


Introdução: -  Na lição de hoje estudaremos acerca dos sinais que antecedem a volta do Senhor Jesus. A segunda vinda de Cristo, e o fim de todas as coisas, parece algo fictício e inconcebível para aqueles não creem em Deus. Mas, seguramente se cumprirá, pois Jesus assegurou que os céus e a terra passarão, mas suas palavras não hão passar (Mt 24. 35). A Igreja deve estar alerta, pois o retorno de Cristo está mais perto do que podemos imaginar. Como afirmar que sua volta é iminente?  Mediante os sinais que evidenciam esse grande acontecimento escatológico. Estejamos atentos a cada sinal.


I.    SINAIS NA VIDA DA IGREJA

      Embora Jesus não tenha dito o dia nem a hora, nos deixou sinais que evidenciariam a Sua vinda. Muitos cristãos estão desapercebidos, porém está bem próxima a hora em que Jesus virá nos buscar, e as pistas que ele deixou estão claras como o meio dia. Vamos dar algumas, Veja:

1)       Apostasia.
2)       Astronomia.
3)       Clonagem.
4)       Código da Bíblia.
5)       Falsos Cristos.
6)       Fanatismo.
7)       Fome.
8)       Imoralidade.
9)       Israel.
10)     Nova era.
11)     Nova Ordem Mundial.
12)     Orgia.
13)     Pestilência.
14)     Projeto 666.
15)     Riqueza.
16)     Sinais do Anticristo.
17)     Terremotos.
18)     Violência.
19)     Homossexualismo. É pouco!?

Vamos falar sobre alguns destes sinais, e só se Jesus não nos amasse tanto, para nos deixar ficar mais tempo aqui, veja:

1)  Apostasia:  A Bíblia nos revela que no tempo entre os dois eventos de Cristo, alguns deixariam a sã doutrina para seguirem espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Apostasia, palavra grega que significa deixar a verdade ou abandonar aquilo que foi dado no início

      Estamos vivendo uma época de hipocrisia generalizada, quando multidões inteiras são arrebatas para a Igreja sem terem tido a experiência pessoal com Jesus Cristo. Vemos a multiplicação de seitas em todas as camadas sociais e falsos mestres se infiltrando nas igrejas. Com razão escreveu São Judas que nos últimos dias alguns homens seriam “manchas em nossas festas de caridade, apascentando-se a si próprios sem temos, nuvens sem água levadas pelo vendo de uma para outra parte; árvores murchas infrutíferas... ondas impetuosas do mar, escumando suas abominações; estrelas errantes, para as quais está reservada a negrura das trevas.  (Jd 12, 14).

2) Astronomia. – O aquecimento da temperatura da terra registrado nas últimas décadas pôs em risco a existência de muitas espécies marinhas e deverá causar grandes prejuízos à indústria de pesca e de turismo.

O calor intenso não apenas sobre a superfície terrestre, mas sobre a superfície marítima faz com que as moléculas de água no planeta, volume esse que, como sabemos, é de 75% contra 25% de terra seca. Isso não é absolutamente nada se olharmos para s polos, onde devido ao aquecimento tem se derretido 40 quilômetros quadrados por ano de gelo já existente. Isaías profetiza: “E será a luz da lua como a luz do sol, e a luz do sol, sete vezes maior, como a luz de sete dias... (Is 30. 26).

3) Fome: - Os frutos da natureza são retidos em tempos de desobediência, quando as relações do homem com Deus são deslocadas. (Gn 3. 17, 18). A maldição contra o solo foi um dos principais e imediatos resultados da queda do homem. Deus empregou períodos de fome, durante toda a história de Israel, para indicar seu desprazer, e também como advertência para que os homens se arrependam (I Rs 17. 1: 18. 17, 18; Ag 1. 6 – 9- 11). - Dizem os especialistas em alimentação que mais de dois bilhões e seiscentos milhões de habitantes do mundo estão hoje ingerindo colorais insuficientes. – Hoje cm toda ajuda que ainda existe, metade da população da África e da Ásia vai dormir com a barriga vazia. E nosso País?

4)  Imoralidade: - O mundo caminha a passos largos para o desfecho final, a prática do homossexualismo é uma agressão à Palavra de Deus que o condena, e um ataque à santidade divina que o abomina. O homossexualismo e a prostituição vêm se manifestando de uma forma crescente em uma escala mundial. Existe já em vigor uma Plataforma dos “direitos dos gays” nos Estados Unidos que estar se espalhando mundo à fora, veja:

ü Implementação do currículo homossexual, bissexual e transgênero em todos os níveis da educação.

ü Redução da idade para consentimento do sexo hétero e homossexual.

ü   Legalização de casamentos homossexuais.

ü Direito de custódia, adoção e guarda de crianças para homossexuais, lésbicas e transgêneres.

ü   Redefinição da família a fim de incluir uma ampla diversidade de todas as estruturas familiares.

ü   Acesso a todos os programas de escoteiros dos Estados Unidos.
ü   Ações afirmativas para os homossexuais.
ü   Inclusão da cirurgia para mudança de sexo no plano de saúde universal.

    (Livro: A Estratégia – O Plano dos Homossexuais pra Transformar a Sociedade. Ver. Louis P. Sheldon – ed.  Gospel).  Leia mais sobre este assunto e veja as estatísticas que estão lá, assombrosas.


    O homossexualismo é uma agressão à Palavra de Deus que o condena, e um ataque à santidade divina que o abomina. (Rm 1. 23 – 26).


5)  Israel: - No primeiro século da era cristã, Deus tira do cenário da história a nação de Israel, ficando somente com a Igreja. No final dos tempos o Senhor tirará a Igreja – ela será arrebatada – e ficará com Israel.


Portanto, preparemo-nos, o Rei está voltando!



6) Nova Ordem Mundial: - A Comissão Trilateral representa um esforço habilmente coordenado para assumir o controle e consolidar as quatro esferas de poder: Política, monetária, intelectual e eclesiástica. Um dos objetivos é a criação de um poder econômico de âmbito Mundial.


Existe uma elite de poder que se autodenomina “A Ordem”. Eles elaboraram um plano que visa a criação de uma Nova Ordem Mundial. Este termo, em código secreto, refere-se a um único governo mundial. A imensidão deste esotérico plano quase ultrapassa a imaginação da humanidade. (Estude sobre a Nova Ordem Mundial), sabemos que tem a ver com o plano do Anticristo).


“A Ordem” tem seis objetivos.    
             

Á O estabelecimento de uma nova ordem econômica internacional, unificada sob o controle direto de uma junta mundial.

Á  O estabelecimento do que será aparentemente, um governo democrático único mundial, mas que, na realidade, estará sob total controle da “A Ordem”.

Á A conquista e sujeição por meios econômicos das duas superpotências: EUA e união Soviética (Fusão destas duas superpotências).


Á  O estabelecimento dos vindouros Estados Unidos da Europa, na qualidade de nação dominante num governo único mundial.


Á  O surgimento de um dirigente supremo mundial que presidirá o governo único mundial.


Á   O estabelecimento de uma só religião mundial que coordenará todas as seitas e religiões da terra sob um supremo pontífice, paralelo ao supremo dirigente político mundial. Estes são os seus objetivos, Apocalipse 13 esclarece isto.



7) A Pestilência: - As doenças tropicais, consideradas males da miséria e esquecidas pelo Primeiro Mundo, se tornaram uma ameaça global. Ex.: Malária, é a doença que mais mata no mundo; Ebola; Febre Amarela; AIDS: doze milhões dos dezoito milhões de infectados pelo vírus HIV no mundo vivem na África, etc. (Dar uma passadinha nos hospitais!).


8)  Projeto 666: - O Projeto 666 propõe a união de todos os povos do mundo e a criação com eles de uma única raça inseparável. A humanidade igual em direitos e deveres, sem distinção de raça, cor, credo religioso-político, nem lugar de nascimento, através da introdução de uma cidadania universal única. Em 1957, por ocasião da fundação do Mercado Comum Europeu, um dos membros da cúpula disse: “Queremos um homem que nos apresente soluções para os problemas econômicos mundiais, seja ele um deus ou um demônio”.


Meu irmão, o espírito do Anticristo vem atuando em vários segmentos da sociedade de uma forma camuflada. É momento de vigilância, oração e apelo à Palavra, para não sermos enganados pela sutileza do maligno.



9) Sinais do Anticristo: - O número 666 sempre foi o número satânico para as três divindades centrais do satanismo na antiga Babilônia.


Os Estados Unidos tem desenvolvido um transcodificador, via MICROCHIP, na cidade de Los Angeles, Califórnia. Já ficou pronto, e estão testando já pessoas, antes só em animais domésticos. É do tamanho de um grão de arroz. Alguém com esse Microchip é encontrado em qualquer lugar do mundo.


Você acha “coincidência” que o símbolo da comunidade europeia seja 666; que a comissão trilateral tenha como símbolo 666; e que o símbolo do Banco Mundial seja exatamente 666? Seria também “coincidência” que cada pessoa do mundo esteja agora no super computador da Europa, com um número de 18 dígitos e que os três primeiros dígitos que ativam esse número mundialmente seja sempre 666?


David Spangler, o poderoso líder da iniciativa planetária da Nova Erra (Atualmente com seu QG nas nações Unidas) disse: “Ninguém entra na Nova Era, a menos que tenha uma iniciação luciferiana”. Significa que todos que entrarem no movimento Nova Era devem garantir que vão adorar Lúcifer! –



O Noivo Jesus, está Voltando Igreja!



10) Terremotos: - É assustador o aumento do número e da intensidade dos terremotos nos últimos anos, revelando que estamos vivendo na época predita por Jesus. O aumento geral do número de terremotos tem sido um dos mais notáveis fenômenos dos últimos tempos. Os registros dos últimos 1.000 anos mostram um aumento constante progressivo desses distúrbios violentos da Crosta terrestre. Veja:


Século X, 32; Século XI, 53; Século XII, 84; Século XII, 115; Século XIV, 137; Século XV, 174; Século XVI, 253; Século XVII, 378; Século XVIII, 640: Século XIX, 2. 119; Século XX, mais de 5.800 terremotos.




O significado espiritual do terremoto. Eles:

Á   Proclamam a existência de Deus, I Rs 19. 11;

Á   Expressam o julgamento de Deus, Is 29. 6; Am 1.1;

Á   Atestam a glória da ressurreição de Cristo, Mt 28. 2;

Á   Manifestam o poder libertador de Deus, At 16. 25, 26;

Á   Antecipam os flagelos da Grande Tribulação, Ap 16. 18, 19;

Á   Revelam a Glória eterna de Deus, Ap 11. 19;

Á   Revelam a Divindade de Cristo, Mt 27. 54.



11) VIOLÊNCIA: - A geração antediluviana enveredou-se pelo caminho da corrupção e pela vereda da violência, tornando-se o alvo do primeiro julgamento universal, quando toda aquela geração pereceu pelas águas do dilúvio, com exceção unicamente de Noé e sua Família. Segundo os estudiosos, morreram vinte e um milhões de pessoas.

Não será diferente com nossa geração posto que, uma onda de violência

Os jornais estão cheios de relatos sobre a rebelião da juventude, derrubada de governos, e desordens públicas em quase todos os países da terra.


O Senhor Jesus ensinou que, pouco antes do fim, a violência se tornaria mundial e disse: “Quando ouvirdes falar de guerras e tumultos” ... (Lc 21. 9). Essa palavra “tumulto”, traz em si a ideia de rebelião, anarquia e revolução, indicando ser o fim da época, que se aproxima.



A atenção da Igreja está voltada com grande interesse, simpatia e expectativa para os muitos sinais que estão acontecendo nas mais distintas esferas.

CONCLUSÃO- Os sinais que prenunciam a volta de Jesus estão se cumprindo a cada dia. A apostasia tem se evidenciado, no meio de igrejas evangélicas, a ponto de a Bíblia não ser mais referência para a conduta de muitos que se dizem cristãos. Na natureza, há fenômenos que indicam o cumprimento das previsões apocalípticas. Na vida moral, certamente, há o maior grau de fatos que comprovam o aumento da iniquidade humana. Mas a Igreja de Jesus Cristo deve continuar em oração e vigilância como “coluna e firmeza da verdade”. (I Tm 3. 15), aguardando em santificação a volta de Jesus.



Aula Elaborada pela professora,
Pastora, Maria Valda

ADMEP




Nenhum comentário:

Postar um comentário