Google+ Followers

quarta-feira, 29 de abril de 2015

GAY ENSINA EDUCAÇÃO SEXUAL EM FACULDADE EVANGÉLICA

29 de abril de 2015


Militante gay ensina educação sexual em faculdade evangélica


Militante Gay Ensina Educação Sexual em Faculdade Evangélica

Julio Severo

“Fantástico! Brilhante visita e palestra hoje (25/04/15) às 09:00 hs, em nosso Curso de Pós-Graduação em Educação Sexual, na Faculdade Evangélica do Paraná, de nosso amigo Dr Toni Reis, figura tão proeminente na defesa da educação e da sexualidade no Paraná e no Brasil, sua competência ética e intelectual nos brindou de tal modo que além de ricamente informativo foi acima de tudo divertido, que ninguém arredou pé. Muito obrigado Toni, colegas e amigos!” declarou Ocir de P. Andreata, coordenador do curso de pós-graduação em educação sexual da Faculdade Evangélica do Paraná (FEPAR).
Toni Reis na FEPAR, com professores e alunos evangélicos


O próprio Toni Reis se gabou do convite no Facebook de sua nova instituição de militância gay, o IBDSEX (Instituto Brasileiro de Diversidade Sexual), dizendo: “Hoje fui convidado para falar no curso de Especialização EDUCAÇÃO SEXUAL - Sexualidade Humana da Faculdade Evangélica do Paraná, sobre família, diversidade sexual e ética.”
A FEPAR é mantida pela Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba (SEB), composta pelas seguintes denominações evangélicas:

                       Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Curitiba

                       Igrejas Batistas
                       Igrejas Batistas Independentes de Curitiba
                       Igreja Evangélica Congregacional
                       Igreja Metodista do Brasil
                       Igreja Evangélica Menonita
                       Igreja Presbiteriana do Brasil
                       Igreja Presbiteriana Conservadora
                       Comunidade Evangélica Luterana de Curitiba
                       Igreja Presbiteriana Independente do Brasil
                       Igreja do Evangelho Quadrangular

Quem é Toni Reis? Ele é o fundador e ex-presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), organização de militância homossexual extremista por trás das campanhas para impor o kit gay nas escolas a fim de doutrinar as crianças do Brasil e também por trás das iniciativas para avançar todos os projetos de lei que visam implantar uma ditadura gay no Brasil.
Quando o assunto é evangélicos que fazem resistência a essas campanhas, Toni Reis tem apenas uma atitude: pressionar o governo para que faça calar as vozes evangélicas que “atrapalham” os planos da ABGLT. Em 2011, a ABGLT apresentou ao Ministério Público Federal queixa contra o Pr. Silas Malafaia, pedindo providências contra ele. Em 2007, a ABGLT apresentou a mesma queixa contra Julio Severo. Ambas as reclamações do ativista gay podem ser acessadas neste link: http://bit.ly/1JAkU0R

Como então o coordenador Ocir de P. Andreata não se sente constrangido de dizer “Fantástico! Brilhante visita e palestra… de nosso amigo Dr Toni Reis”? Isso é ou não é apostasia?

Por que ele não convidou Silas Malafaia para dar essa aula? Ou então a Dra. Marisa Lobo, que é uma grande psicóloga cristã que vive no Paraná?

Desde que comecei a denunciar a penetração de ativistas homossexuais em instituições evangélicas, a situação vem piorando, de forma assustadora. Em 2006, Luiz Mott, patrono do movimento homossexual no Brasil, deu palestra sobre sexualidade na Escola Superior de Teologia (EST), o maior centro teológico luterano da América Latina.
Em 2013, a Universidade Presbiteriana Mackenzie, sob o chanceler Augustus Nicodemus, convidou Jean Wyllys para um debatecom um jurista evangélico em seu espaço. Wyllys foi aplaudido pelos estudantes da universidade evangélica e o jurista foi vaiado.
Agora, é a vez da Faculdade Evangélica do Paraná (FEPAR) fazer os evangélicos passarem vergonha.
Por que a FEPAR quis um notório perseguidor de evangélicos num curso de sexualidade? As várias denominações que ajudam a sustentar a FEPAR foram informadas desse escândalo?
Toni Reis, o presidente do Instituto Brasileiro de Diversidade Sexual, crê na diversidade sexual: homossexualismo e todas as suas variações pervertidas.
Em que a FEPAR acredita? Que os pastores e outros líderes evangélicos precisam aprender a diversidade sexual?
Luiz Mott na EST, Jean Wyllys no Mackenzie, Toni Reis na FEPAR. O que virá em seguida?
No que depender da Deus, quem pratica atos homossexuais não vai herdar o Reino de Deus, conforme 1 Coríntios 6:9-10.
Mas no que depender da FEPAR, quem pratica, defende e impõe atos homossexuais e persegue cristãos que defendem a sexualidade bíblica vai dar aulas de sexualidade para líderes evangélicos na FEPAR?

Leitura recomendada:

Nenhum comentário:

Postar um comentário